quinta-feira, 1 de março de 2012

Elementais da Natureza ( Ar )


                     Elementais do Ar

     Silfos , hamadríades ,fadas               
Elementais do ar são os que reinam pelo ar e ventos. São os silfos (silfídes), fadas e hamadríades. 

Eles são os mais elevados de todos os elementais, já que seu elemento nativo é o de mais alta taxa vibratória.

Vivem centenas de anos, freqüentemente atingem um milênio de idade e nunca parecem envelhecer.

A líder dos silfos é chamado Paralda e afirma-se que vive na mais alta montanha da Terra. 

Alguns acreditam que os Silfos se reúnem em torno da mente de um sonhador, dos artistas, dos poetas,e os inspiram com seu conhecimento íntimo das maravilhas e obras da natureza.

Seu temperamento é alegre, mutável e excêntrico.


A eles atribuem a tarefa de modelar os flocos de neves e arrebanhar as nuvens, tarefa esta de desempenham com a ajuda das Ondinas, que lhes fornecem a umidade.

Os elementais do ar são muito inteligentes, espertos. 

Responsáveis pela inspiração, gostam de trazer histórias novas à imaginação dos humanos, e por vezes também, alguma idéias.


Porém, alguns autores especializados no assunto, defendem a idéia de que essas tarefas e essa inteligência dos elementais do ar depende de seu tamanho.


Quanto menor uma fada/ silfo for, menos seu grau evolutivo (isso serve para todos os elementais, na opinião dos pesquisadores). 

Por exemplo, uma Fada que rodeia flores, com cerca de um centímetro e meio, parecem realizar seu trabalho com boa vontade e alegria, mas sem consciência individual.



Esta sempre obedecendo a um ser superior. Outras fadas, no entanto, assim como os silfos eram maiores e possuíam uma consciência individual.

Os silfos são, dentre os elementais, os que mais se aproximam da concepção que geralmente fazemos dos anjos e fadas, e freqüentemente trabalham lado a lado com esses mesmos anjos.


Eles correspondem à força criadora do ar. A mais suave das brisas, assim como o mais violento dos furacões são resultado de seu trabalho.

Fadas e Silfos apreciam flores, perfumes e música.

São famosos os círculos de fadas, pequenos círculos que surgem em pedras ou vegetação. 


São lugares mágicos onde as Fadas vem dançando por toda a noite durante várias décadas.

O termo provém de Paracelso, que os descreve como elementais que reinam no ar, senhores dos ventos. Podem ter o aspecto de fadas, assemelhando-se às vezes a anjos.

Têm uma capacidade intelectual sensível, chegando a favorecer o homem na sua imaginação. São reconhecidamente belos, assumindo vários tons de violeta e de rosa.

As lendas contam que são os silfos que modelam as nuvens com as suas brincadeiras, para embelezar o dia-a-dia do homem na Terra, dando a elas as formas mais engraçadas.

 Talvez por esta razão, são capazes de fazer chover e provocar tempestades e até furacões, quando se aborrecem.

Os Silfos podem ser nocivos, pois se um individuo humano souber demais sobre a natureza e usá-la para o mal, podem ser punidos por eles.

Mas também também trazem os bons ventos e sabem ser amáveis. Dizem que os Silfos orientam os pássaros viajantes sobre o rumo que devem tomar.

Têm visão, audição, olfato e outros sentidos muito apurados.

Possuem templos e lugares sagrados e suas moradas são no topo das montanhas. 

Assim, podem ver o sol, a lua e as estrelas como elas realmente são. 

Gostam de músicas instrumentais e flauta, de aromas de incenso e de lugares com crianças.

Segundo os antigos, o trabalho dos silfos, além de reunir as nuvens, é modelar os cristais de gelo e formar os flocos de neve.

 Os ventos são considerados pelos antigos como os próprios Espíritos do Ar em ação.

São os Elementais mais elevados porque seu elemento nativo é o que possui a mais elevada freqüência de vibração.

O rei dos silfos chama-se Paralda. As fêmeas dos Silfos são denominadas Sílfides [sylphids].




Nenhum comentário:

Postar um comentário